Blogueiro chama Zilu de feia e ainda diz: "Quanto mais ela mexe mais feia fica"


Melhorou, mas bom não fica

Já falei que esse negócio de disformia me incomoda. Essa obsessão pela perfeição e aversão à própria imagem, sabemos todos, têm feito vítimas entre anônimos e famosos, como é o caso da Zilu Camargo. Obviamente, falta uma aceitação daquela realidade que o espelho mostra. E vou além: tem gente que não tem jeito. Zilu Camargo é, de novo, um bom exemplo. Muitos leitores pensam como eu. Acham que, quanto mais ela mexe, pior fica.

— Está se arriscando à toa porque certas coisas não têm jeito... Deveria se aceitar e pronto!

— Quem nasceu para ser "cacatua" nunca chegará a uma "arara".

— Xiiii Zilu, agora só um milagre, porque essa tua cara está cada vez pior, toda deformada com essas bochechas de Fofão. Pare que tá feio, vai curtir seu dinheiro viajando.

É bem isso. Zilu nunca foi bonita, pode ser uma boa pessoa, boa mãe, boa gente... mas bonita não é. Quando a pessoa nasce feia, não tem bisturi que dê jeito, só se nascer de novo e em outra família, porque se cair na mesma, o risco de vir toda errada será o mesmo.

A verdade é que estou bem cansado desse mimimi das redes sociais, todo mundo defendendo o direito a se embelezar. Direito essa mulherada até tem, mas o negócio é que nem sempre funciona. A emenda fica pior do que o soneto, e acaba piorando o que já era ruim. Vejam só o que houve com a Gretchen. Parece uma boneca de cera mal feita.

Como já ensinou o poetinha Vinicius de Moraes, “as muito feias que me perdoem, mas beleza é fundamental”. Agora, quem não nasceu bonita, é melhor aceitar e desistir. Tem coisas que o dinheiro não compra. A criatura vira uma caricatura, toda artificial. Aceita que dói menos, e me poupem de tanta feiura..



Tecnologia do Blogger.