Não é o genro que eu gostaria de ter, avalia pai de Emilly ao falar sobre Marcos



Em entrevista a um site de famosos, fofocas e celebridades, pai de Emilly fez entender que pra ele, Marcos não é o genro dos sonhos. Deixou claro que não é contra o namoro de sua filha Emilly dentro do BBB17. Marcos alfinetar bastante a estudante dentro casa é o que incomoda o pai da gaúcha.


Pai de Emilly avaliou atitudes de Marcos como as PIORES possíveis e reprova as alfinetadas do médico.

A princípio ele é uma pessoa que ajudou muito ela, a fez crescer muito como pessoa porque ela tem apenas 20 anos e ele é um cara maduro. Então eu agradeço ele, quero agradecê-lo pessoalmente. Mas assim como ele ajuda ela, às vezes ele tem atitudes que eu não entendo. Ele humilha a pessoa. Eu não entendo por que ele ajuda e daqui a pouco humilha. O que eu vejo é que ele está jogando 

Para Volnei, as atitudes de Marcos dão são sinais de um comportamento machista: 

Acho que ele é uma pessoa machista. A idade que ele tem, né? É solteiro... Acho que ele tem dificuldade com mulheres, ele é uma pessoa muito inteligente. Emilly não tem maldade e não está vendo que ele está jogando. Ele tentar humilhar a guria me deixa bem revoltado

Volnei aprova a relação aqui fora e lamenta a rejeição da família e amigos do médico:

Quem tem que decidir se vai ficar junto ou não, não sou eu e nem ela. O Marcos é um homem, não é criança. Então, ele vai assumir as atitudes dele se vai querer ou não. Não adianta a família dizer que não. Quem tem que saber é os dois. Eu acho que é uma proteção de mãe. Eu não a conheço e nem ele. Nunca conversamos, até não procurei conversar para deixar terminar o programa. Realmente não sei o que está acontecendo, se ele está jogando com ela ou não. Eu creio que não. Ele parece ser um cara do bem, só quero conversar com ele sobre certas atitudes, mas eu gosto dele



Tecnologia do Blogger.